terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Ap Renê Terra Nova

Ap Renê Terra Nova

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Existe mudança para homossexual, diz Marco Feliciano


Negro nasce negro não tem como mudar, homossexual sim, diz Marco Feliciano

Negro nasce negro não tem como mudar, homossexual sim, diz Marco Feliciano  | Noticia Evangélica Gospel
A Comissão de Seguridade Social e Família realizou uma audiência pública ontem, como de costume. Mas o tema da discussão gerou polêmica: debater a resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe os profissionais da área de oferecerem tratamentos para mudar homossexuais.
Essa norma é discutida desde 1999 e continua causando polêmicas entre religiosos, psicólogos e deputados. Na Câmara dos Deputados tramita o Projeto de Decreto Legislativo 234/11, do deputado João Campos (PSDB-GO) que defende o fim da resolução. A questão é debatida em audiências públicas. Ontem, os deputados Pastor Eurico (PSB-PE) e Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) fizeram declarações que acabaram irritando diferentes segmentos.
Segundo a Agência Câmara de Notícias, o debate gira em torno da suposta ideia que haja uma “cura” para a homossexualidade.
O deputado Pastor Eurico (PSB-PE) questionou a ausência, durante a audiência, de opiniões favoráveis a terapias que pretendem reverter a homossexualidade. “É preciso pensar no direito de quem quer deixar o homossexualismo”, afirmou Eurico, que não aceita ser chamado  de homofóbico por defender esse direito. O parlamentar diz não ser a favor de “tratamento compulsório”, mas acredita que aqueles que buscarem tratamento “de forma voluntária” deveriam ter o direito de recebê-lo.
O deputado Pastor Marco Feliciano, por sua vez, criticou a resolução do CFP. “Índio nasce índio, não tem como mudar; negro nasce negro não tem como mudar; mas quem nasce homossexual pode mudar. Até a palavra homossexual deveria ser abolida do dicionário, já que se nasce homem ou mulher”, afirmou o deputado.
Presente no debate, o representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) Francisco Cordeiro afirmou que, desde 1990, a homossexualidade não consta mais na classificação de doenças adotada pela entidade.
“Prometer cura para o que não é doença, no caso para a homossexualidade, é charlatanismo”, questionou o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABLGBT), Toni Reis.
Representando o Conselho Federal de Psicologia, Ana Paula Uziel ressaltou que “O homossexualismo não pode ser considerado doença por isso não faz sentido se falar em tratamento, muito menos em cura”.  Para ela, os psicólogos não poderiam prometer a cura da homossexualidade. “Fica preservada a liberdade de atuação profissional, mas essa liberdade tem limite”, ressaltou.
Também se manifestou a psicóloga cristã Rozângela Justino. Ela acusa o conselho de perseguição e discriminação. Conta que, desde 2009, foi proibida de atender pessoas que demonstrem desejo de deixar a atração pelo mesmo sexo. Ela conta que atuou na área durante 27 anos. Porém, depois de ser punida pelo conselho, deixou de exercer a profissão.
“Sou discriminada por ser evangélica. Sempre atendi pessoas com desejo de não sentir atração por pessoas do mesmo sexo”, disse.
Fonte: Gospel Prime

Cassiane no Festival Promessas!


Cassiane será uma das atrações do Festival Promessas em São Paulo

Cassiane será uma das atrações do Festival Promessas em São Paulo | Noticia Evangélica Gospel
Em evento realizado na quarta-feira (07/11/2012), a GEO EVENTOS confirmou a realização da segunda edição do Festival Promessas de fim de ano que desta vez será realizado no Campo de Marte, zona norte da capital paulistana. Aguarda-se a presença de 100 mil pessoas no evento que será realizado no dia 08 de dezembro e veiculado na Rede Globo no dia 15 do mesmo mês.
E entre as atrações da grande festa, destaque para a participação da cantora Cassiane representando a música gospel no estilo pentecostal. Em 2011, no evento do Rio de Janeiro, esta incumbência ficou a cargo da cantora Damares. Além de Cassiane, presenças confirmadas de André Valadão, Thalles, Aline Barros, Ministério Diante do Trono e Fernandinho. O evento terá entrada franca.

Silas Malafaia comenta ‘Não se deve ampliar a voz dos imbecis’, de Gloria Perez


Depois da polêmica repercussão da novela ‘Salve Jorge’ entre os evangélicos, a autora da novela Gloria Perez respondeu dizendo que os protestos são de interesse comercial e apelam mais para o fundamentalismo.

Glória Perez x Silas Malafaia“E penso que, em casos assim, o pessoal da imprensa deveria seguir o sábio conselho do Millôr Fernandes: ‘Não se deve ampliar a voz dos imbecis’”, afirmou ela, segundo jornal O Globo.
Um grupo de membros da Igreja Universal do Reino de Deus fez campanha pelas redes sociais alegando que a novela faz veneração a Ogum – entidade espiritual representada no Brasil por São Jorge – e apologia ao lesbianismo.
A novela estreou com um índice considerado baixo no Ibope de 35,5 pontos, a segunda pior audiência em estreia no horário nobre da Globo, segundo o jornal Estadão.
Apesar disso, Gloria Perez disse que está feliz com a audiência da novela. “Achei surpreendente: estreamos no primeiro dia de horário de verão, quando todo mundo se atrapalha com a hora, enfrentamos o horário político, e ainda assim chegamos aos 40 pontos em São Paulo (a média foi de 35 pontos)”.
De acordo com a autora, o segundo capítulo que teve 37 pontos fez mais um “gol”, visto que desde 1985, com ‘Roque Santeiro’, um segundo capítulo não bate a audiência do primeiro.
Ibope ruim
Apesar do positivismo da autora, segundo o jornalista Lauro Jardim, a nova novela da Globo está com problema de audiência. Na última quinta-feira (31/10), ‘Salve Jorge’ registrou 28 pontos na Grande São Paulo, segundo números prévios do Ibope. E este é um índice que preocupa a emissora.
No mundo ideal e ambicioso da Globo, uma novela das nove deveria estar na faixa dos 40 pontos.
Pr. Silas Malafaia comenta:

“Quero ser curto e grosso! Evangélicos não devem assistir novelas para não ampliar a voz dos imbecis que as escrevem.”

Com informações de Verdade Gospel, Divulgação notícias Gospel Internautas de Cristo

Em Manaus cantora Ludmila Ferber lança livro


Pastora Ludmila Ferber estreia como escritora com o livro ‘Nunca Pare de Lutar’.

Noticias Gospel - Ludmila Ferber tem 20 anos de carreira e já vendeu mais de 4 milhões de discos (Foto: Zô Guimarães/G1)
Gospel-Ludmila Ferber tem 20 anos de carreira e já vendeu mais de 4 milhões de discos (Foto: Zô Guimarães/G1)
A pastora, compositora e intérprete, Ludmila Ferber, lança o seu primeirolivro, intitulado “Nunca Pare de Lutar”. Com 20 anos de carreira e mais de 4 milhões de discos vendidos, a cantora, que já foi indicada ao Grammy Latino, esteve em Manaus nesta terça-feira (30) para uma noite de autógrafos no auditório da Igreja Batista União, localizada na Rua 2 de Agosto do bairro União, Zona Centro-Sul da capital.
Em entrevista, Ludmila falou sobre lançamento em Manaus. “Tenho uma história de amor e aliança eternos com Manaus. Esta cidade abriga meu precioso celeiro espiritual, onde possuo a honra de ter alguns dos meus maiores e melhores amigos. Na pessoa do Ap Renê Terra Nova – que, inclusive, fez a apresentação de meu livro – e de sua família, encontrei um ninho-lar-refúgio e profunda e constante inspiração e motivação. Meu ministério e, acima de tudo, minha vida, nunca mais foram os mesmos desde que nos conhecemos e nos aliançamos”, declarou.
Questionada sobre a mudança do palco para o mundo literário, Ludmila disse que se sente realizada com o novo trabalho. “É um sonho de menina que realizo. O desafio ainda é muito grande, mas creio que estou no caminho. Meu público é feito de pessoas simples como eu, que levam o Céu a sério. Estas pessoas, e creio que a mão de Deus está fortemente ligada a este fato, conhecem, portanto, a seriedade do meu caráter, e isso certamente fará com que eles abracem este livro sem reservas”, disse.
A obra já vendeu mais de 10 mil unidades em menos de 30 dias e é um prato cheio para os fãs da cantora. “Neste livro conto de forma obviamente honesta, aberta e verdadeira a minha história por trás de algumas de minhas canções, passando por testemunhos de algumas pessoas que foram impactadas por meu ministério, e como acredito que podemos vencer os mais terríveis embates desta vida”, contou.
Com informações do G1, divulgação noticias Gospel internautas de Cristo